Agendamentos:

(11) 95637-4311


Endereços a sua escolha:

✔ Av. Santo Amaro, 4644 cj 206
Brooklin - SP

Rejeição em Implantes.

A rejeição em implantes é estudada e tratada na Fórmula Odonto.

Muitos pacientes perguntam se pode ocorrer rejeição de um implante. 

A perda de um implante significa que ele não se integrou ao osso corretamente, ou que essa osseointegração foi perdida depois de algum tempo.

O implante odontológico é feito de titânio que é um metal que não sofre corrosão quando inserido no corpo humano e não apresenta fenômenos de rejeição imunológica. O nome  REJEIÇÃO é utilizado quando o sistema imunológico identifica um corpo estranho e tenta destruí-lo ou removê-lo do corpo para defender a integridade do indivíduo.

Rejeição em Implantes

Por isso quando usamos um implante fabricado com o material correto, ele poderá ser perdido, porém por outras causas, mas não a rejeição.

As perdas podem ocorrer por motivos isolados ou em conjunto.

Podemos citar alguns fatores mais comuns, como:

-Sobrecarga de força sobre o implante,

– Infecção ao redor do implante,

-Fixação insatisfatória do implante no osso no momento da instalação,

-Técnica cirúrgica inadequada,

-Qualidade dos implantes,

-Quebra da cadeia asséptica do campo cirúrgico.

O sucesso da técnica é devido a um bom conjunto de fatores e estas características do titânio sem dúvida são positivas, mas por si não garantiriam o sucesso do procedimento.

O sucesso depende:

– Do bom planejamento do caso,

-Da técnica cirúrgica empregada. Um profissional competente e bem treinado na técnica pode alcançar excelentes resultados.

Alguns detalhes a se preocupar após a instalação dos implantes:

– Não é normal haver dor na região do implante. É importante o paciente identificar se a dor é gengival resultante da injúria cirúrgica.

– Não é normal haver mobilidade do implante. Pode ser sinais de falta de osseointegração .

-Secreções não são normais ao redor da área dos implantes.

– Em situações onde o implante fica próximo do feixe nervoso, pode ocorrer Hiperestesia (aumento da sensibilidade ) ou Parestesia. (perda da sensibilidade),que muitas vezes é reversível.

– Se ocorrer a falha da osseointegração  do implante poderemos realizar a remoção desse implante e esperarmos um prazo de 2 a 3 meses para realizarmos novo procedimento para instalação de novo implante. Ou realizarmos a instalação imediata, usando um implante de diâmetro e/ou tamanho maior.

– A carga imediata (colocação da prótese imediatamente sobre o implante) sempre gera mais chance de insucesso do que em um procedimento de carga tardia.
Enfim, NÃO HÁ REJEIÇÃO DE IMPLANTES DENTÁRIOS.

 

Marcelo Jose Bellintani Fontana.   CROSP. 26.925

Postado por:

Carga Imediata

A carga imediata em implantes dentários é um grande avanço dentro da odontologia, porque permite, em alguns casos, que o paciente chegue ao consultório sem dentes e saia com o sorriso completo.

 Esta técnica consiste em colocação de implantes dentários e coroa de forma rápida, tanto em paciente com perda dentária múltipla ou unitária. Pode se considerar que qualquer paciente em boas condições de saúde e com espessura e altura óssea suficiente para fixação primária dos implantes, é um bom candidato a se beneficiar com esta técnica.
Implante-sem-cote-Casal-300x224
No entanto, na maioria dos casos, o paciente tem alguma restrição que o impede de receber a carga imediata. O principal motivo é a possível má qualidade óssea do maxilar ou mandíbula que inviabilizaria a fixação primária dos implantes. Essa condição pode estar presente em pessoas que há muito tempo estão sem dentes e consequentemente com reabsorção óssea avançada, usuários de dentaduras, fumantes, portadores de osteoporose, diabetes e bruxismo. Essa condição pode ser confirmada através de um exame de imagem, como a tomografia computadorizada. Outra condição que se deve observar antes de se submeter aos implantes dentários com carga imediata é a localização onde ele vai ser colocado. Em áreas onde o esforço mastigatório é maior, a indicação da carga imediata é feita com mais cautela.
Nesses casos, normalmente a indicação é a fixação primária dos implantes dentários e a colocação imediata de prótese provisória sobre eles. O paciente recebe orientações do cirurgião em relação à alguns cuidados que devem ser tomados nos primeiros meses após a cirurgia, até a completa cicatrização do osso e gengiva. Essas orientações são, basicamente, cuidados com esforço mastigatório e higiene oral adequada para evitar a perda dos implantes. Esse processo deve durar em média de 3 a 6 meses. Ao final desse período, o paciente retorna ao consultório para substituição da prótese provisória pela prótese definitiva, ou seja, essa substituição só ocorre quando osso e gengiva já estão completamente cicatrizados.
Quase sempre é possível afirmar que a colocação de implantes dentários com carga imediata, quando feito com planejamento, critério e com os cuidados no pós-operatório, têm tudo para ser um sucesso. É preciso também que haja sintonia entre paciente e o implantodontista. Se ele for um profissional sério e concluir através de exames que você não é um candidato a receber carga imediata, seja paciente. O processo de implantes dentários sem a técnica de carga imediata pode ser um pouco mais demorado, mas os resultados serão plenamente satisfatórios.

 
 

Postado por:

Implantes Imediatos.

Implantes imediatos na Fórmula Odonto.

O preparo para tais ocorrências é de suma importância para o bem estar do paciente, assim como um bom prognóstico de um resultado satisfatório. A curto e longo prazo.

Implantes imediatos na Fórmula Odonto.

Emergências por trauma, ou complicações de tratamentos odontológicos em áreas estéticas, sempre foram motivo de preocupação para dentistas e pacientes acometidos por tais problemas.

O preparo para tais ocorrências é de suma importância para o bem estar do paciente, assim como um bom prognóstico de um resultado satisfatório. A curto e longo prazo.

O uso de carga imediata em implantes unitários, quando bem indicado e planejado, apresenta resultados satisfatórios, pois ao se preservar o suporte ósseo vestibular e a arquitetura dos tecidos gengivais, há uma emergência mais natural da prótese e de seus tecidos peri-implantares17. A instalação imediata pode favorecer a confecção e o resultado estético final da prótese suportada por implantes, uma vez que o implante está na mesma posição e com inclinação semelhante à do dente natural.

A instalação imediata do implante apresenta vantagens, como redução do número de procedimentos cirúrgicos e do tempo de tratamento, orientação ideal do implante, preservação óssea na área de extração, ótima estética dos tecidos moles, manutenção do contorno gengival, preservação do osso, correção de defeitos ósseos ou gengivais, presentes ou causados, proporcionando a imediata recuperação da aparência do paciente.

 

Postado por:

Radiografia Panorâmica. Confiável para um implante?

A Fórmula Odonto utiliza radiografia panorâmica como método inicial de diagnóstico para implantes , mas será que é confiável para um implante?

A implantodontia é uma das, senão, a especialidade da odontologia que mais vem crescendo, tanto em tecnologia quanto profissionais. Os métodos diagnósticos evoluiram tanto que é extremamente raro acidentes acontecerem quando estamos bem documentados.

A tomografia é um exame recente para a odontologia e antes dela o método utilizado para diagnóstico era panorâmica associada à  periapical. Os grandes problemas  panorâmicas eram a distorção de até 3o% e a faixa central praticamente toda distorcida.

Radiografia Panorâmica

Radiografia Panorâmica

A vantagem da tomografia computadorizada é a possibilidade de visualização 3D além da simulação da colocação do implante através de um programa específico.

Tomografia Cone Beam

Tomografia Cone Beam

tomografia_2

 

Apesar das radiografias panorâmicas realizadas por aparelhos mais modernos não apresentarem mais distorções, a utilização das tomografias são insubstituíveis, por sua praticidade de interpretação, manipulação das imagens, reconhecimento de acidentes anatômicos, simulação de cirurgias e até ser base para a realização de cirurgias guiadas, conhecidas como cirurgia sem corte, onde a angulação e inserção do implante são previamente determinados e transferidos pra uma placa que será utilizada na cirurgia.

A  vantagem da tomografia é a possibilidade da utilização da carga imediata. Outra condição que se deve observar antes de se submeter aos implantes dentários com carga imediata é a localização onde ele vai ser colocado. Em áreas onde o esforço mastigatório é maior, a indicação da carga imediata é feita com mais cautela.

Quando há um comprometimento mais extenso da estrutura óssea e gengival (a preservação dessas estruturas são essenciais para receber e sustentar os implantes), é possível que o cirurgião prepare a área e aguarde que o organismo inicie uma regeneração óssea naturalmente e formar a estrutura ideal para colocação dos implantes, evitando assim a necessidade de reconstrução por enxertos ósseos. Esse processo pode levar de 3 a 6 meses, portanto, exige paciência. Em últimos casos, a recomendação pode ser a reconstrução da estrutura óssea com enxertos naturais ou sintéticos.

A técnica de implante imediato para substituição de dentes infeccionados exige predisposição e um pouco mais de paciência, mas tem tudo para ser um sucesso.

Postado por:

Implantes e os Bifosfonatos

O paciente interessado em colocar implantes dentários, primeiramente passa por uma criteriosa avaliação do cirurgião implantodontista para assegurar que ele é um bom candidato a recebê-los.  Um dos critérios avaliados é o uso contínuo de medicamentos, principalmente os utilizados para tratamentos de doenças relacionadas com a perda mineral óssea, como a osteoporose e alguns tipos de câncer.

Alguns medicamentos utilizados para tratamento dessas doenças possuem substâncias da classe dos bifosfonatos, que têm a função de fortalecer a matriz óssea tornando-a mais resistentes à fraturas. Porém, a formação óssea em excesso na região da mandíbula e dos maxilares dificulta a nutrição do osso e a perfuração para colocação de implantes dentários nessas condições pode causar uma osteonecrose e a perda definitiva dos implantes, além de outras complicações.

Portanto, o uso contínuo destas substâncias é contra indicado nos meses anteriores e posteriores a cirurgia para colocação de implantes dentários.

É extremamente importante que o paciente seja sincero em declarar ao cirurgião implantodontista sobre qualquer medicamento que esteja tomando antes de se submeter à uma cirurgia odontológica.

O tratamento deve ser feito em integração com o médico que receitou o medicamento e ele deve avaliar possibilidade de suspendê-lo por um determinado tempo (pelo menos três meses antes e três meses após a cirurgia). O médico também devera solicitar exames laboratoriais para monitoramento das substâncias no organismo e exames de imagem para avaliar as atuais condições ósseas da mandíbula e maxilares.

Principais substâncias da classe dos Bifosfonatos que podem estar presentes em medicamentos e merecem atenção antes da cirurgia de implantes dentários:

Alendronato de sódio

Etidronato de sódio

Ibandronato de sódio

Pamidronato

Risedronato de sódio

Tiludronato de sódio

Ácido zoledrônico

Clodronato

Ácido Alendrônico

Postado por:

Implante Imediato

Essa é uma dúvida comum em pacientes que necessitam extrair um ou mais dentes em consequência de uma infecção ou outros acometimentos, e gostaria de substituí-los por implantes e próteses fixas em seguida.

De uma forma geral, os implantes dentários podem ser colocados no lugar de dentes extraídos por infecção, com doença periodontal pré-existente, cistos ou lesões, desde que não haja grande comprometimento da estrutura óssea e gengival. Essa técnica é chamada de implante imediato e tem baixa probabilidade de insucesso. A rapidez desse processo é uma forma de garantir conforto e autoestima ao paciente nessas situações, porque ele não precisa mais ficar sem dentes em nenhum momento.Executivo

As principais infecções e acometimentos que podem resultar em uma extração dentária são: cárie em estágio avançado, periodontite, fratura grave, e em alguns casos quando o canal está infeccionado, danificado ou morto.

Obviamente, o implante imediato pós-infecção exige cuidados extras na execução e manutenção, tanto do implantodontista, quanto do paciente. A seriedade do implantodontista se deve no controle total da doença que causou a extração, que vai desde a limpeza mecânica e química da área até a prescrição de antibióticos no pré e pós-operatório para prevenção de infecções.  Já com relação ao paciente, cabe-lhe tomar a medicação prescrita de forma correta, a cautela com o esforço mastigatório nos primeiros meses, o cuidado redobrado com a higienização oral adequada (no pré e pós-operatório e ao longo dos anos) e comparecimento às visitas regulares ao consultório odontológico para devidas manutenções

Quando há um comprometimento mais extenso da estrutura óssea e gengival (a preservação dessas estruturas são essenciais para receber e sustentar os implantes), é possível que o cirurgião prepare a área e aguarde que o organismo inicie uma regeneração óssea naturalmente e formar a estrutura ideal para colocação dos implantes, evitando assim a necessidade de reconstrução por enxertos ósseos. Esse processo pode levar de 3 a 6 meses, portanto, exige paciência. Em últimos casos, a recomendação pode ser a reconstrução da estrutura óssea com enxertos naturais ou sintéticos.

A técnica de implante imediato para substituição de dentes infeccionados exige predisposição e um pouco mais de paciência, mas tem tudo para ser um sucesso.

 

Postado por:

Implantes Dentários são melhores que dentes naturais?

Dentes naturais são sempre melhores que implantes dentários, desde que estejam saudáveis e cumprindo bem suas funções.

Mas existem alguns casos em que o dente natural com problema crônico, como a doença periodontal em estágio avançado, precise ser extraído porque já não cumpre sua função corretamente. Dentes com doença periodontal avançada podem ficar móveis, atrapalhando a mastigação, prejudicando o visual do sorriso e o hálito. Esse é exemplo de que o implante dentário é a melhor solução diante de um dente natural. Na inevitável necessidade de extração, o implante dentário tem a missão de substituir a raiz dentária, enquanto que a prótese substitui perfeitamente o dente em função e estética, devolvendo a tranquilidade para ao paciente para mastigar e sorrir.

Implantes

Implantes

Não é recomendado que se extraia um dente e deixe o espaço vazio. Essa recomendação é para evitar problemas futuros, já que ausência de dentes, mesmo que seja apenas de um elemento dentário, pode desencadear o desalinhamento dos dentes remanescentes ao longo dos anos.

O paciente que recebe implante dentário e prótese fixa pode relatar pequenas diferenças se comparando com dentes naturais, mas vale lembrar que esse conjunto ainda é a melhor recomendação para suprir ausência dos dentes.  Prótese móvel (dentadura) pode machucar se não for bem projetada para o paciente, que fica com dificuldade de adaptação e o pior, pode senti-la móvel durante a fala e a mastigação.

Postado por:

Carga imediata: Qual a diferença de um tratamento com implante dentário.

 

IMAGES_0007529_1Todas as pessoas que utilizam próteses removíveis, devido a perda de dentes e problemas em sua arcada dentária, têm o desejo de reconstituir seu sorriso e poder mostrá-lo sem medo. As técnicas utilizadas atualmente, carga imediata e carga tardia, são muito eficazes e atendem as necessidades dos pacientes.

Nos dois tratamentos são colocados cinco ou seis implantes que vão fixar a prótese dentária que vai estruturar os novos dentes, mas o que diferencia um do outro é o tempo, a duração do procedimento completo.

Na carga imediata, o paciente pode sair com seus novos dentes no mesmo dia em que os implantes foram feitos. Logo depois da colocação dos implantes a prótese final já pode ser fixada, dependendo do caso, ou alguns dias depois da cirurgia.

Na Fórmula Odonto realizamos preferencialmente uma prótese provisória, visto que a gengiva e o osso irão mudar de formato com o tempo. Sendo necessária a realização de ajustes no formato da prótese.

Já na carga tardia, com a colocação dos implantes o paciente precisa esperar de três a seis meses, para a mandíbula superior e inferior, respectivamente, para que a prótese seja colocada. Durante o período de osseointegração, a pessoa utiliza uma prótese provisória fixa ou removível.

Em todos os casos é preciso realizar uma avaliação detalhada para determinar qual técnica é mais eficaz e benéfica. O dentista especializado em implantodontia é o profissional mais indicado para realizar o procedimento e decidir como o tratamento será realizado.

Palavras-chave: carga imediata, carga tardia, dentes, sorriso, implante dentário, prótese fixa, prótese móvel, dentista, implantodontia, implante, osseointegração

Postado por:

Implantes dentários até sem corte

Implante-sem-cote-Casal-300x224

Os implantes dentários sem corte realizados na Clínica Odontológica Fórmula Odonto estão cada vez mais modernos e são uma opção desejada por quem quer fugir das dentaduras. O tratamento pode ser feito até sem cortes, mas seu sucesso depende de alguns fatores, como o cuidado de higiene bucal.

A técnica mais usada hoje em dia é a osseointegração, em que há contato direto entre osso e implante. Estudos científicos de acompanhamento de 40 anos apontam para uma taxa de sucesso acima de 90%. A partir de 18 anos já é possível se submeter ao procedimento, quando a fase de crescimento já terminou.

Contraindicações
O fator mais importante a ser considerado em relação ao paciente é que ele tenha um bom estado geral de saúde. Se há algum problema sistêmico (diabetes, cardiopatias, pressão alta) descompensado, o implante não pode ser feito.

Caso o paciente faça uso de algum tipo de medicamento, como hormônios (para reposição hormonal) ou anticoagulantes, o dentista também precisa saber. Isso porque os primeiros podem interferir na cicatrização óssea, e os segundos aumentam sangramentos.

Pacientes que fumam também são passíveis de terem complicações, pois o tabagista tem uma mucosa menos vascularizada e substâncias químicas em contato com o tecido gengival, o que causa aquecimento da gengiva. A consequência disso é um processo de cicatrização desfavorável.

Recuperação
Após o procedimento cirúrgico é necessário fazer repouso parcial. “Isso significa não praticar exercícios físicos e evitar movimentos bruscos com a cabeça”, diz o especialista da Fórmula Odonto.

Para conservar o implante, a higienização é a mesma feita nos dentes, assim como nos dentes naturais, os implantes dentais necessitam do estabelecimento de uma rotina disciplinada de higienização, com escovação e uso de fio dental. “Essa rotina previne a formação do biofilme (placa bacteriana), e consequente inflamação dos tecidos ao redor do implante. Controle periódico é a chave do sucesso”.

Postado por:
  • Na Fórmula Odonto, você encontra profissionais que praticam a nova odontologia e que buscam mantê-los o mais distante possível dos eternos tratamentos curativos que, muitas vezes, são incômodos e caros.

    by

Odontologia Estética

Odontologia EstéticaOdontologia Estética

Trata dos aspectos estéticos do tratamento dentário, envolvendo as restaurações estéticas, clareamento, facetas de porcelana, lentes de contato dentais entre outros procedimentos.

Implantes

ImplantesImplantes

Um implante dentário consiste na substituição de uma raiz natural perdida por uma raiz artificial em titânio, e posterior inserção das coroas unitárias ou próteses.

Clareamento dental

Clareamento dentalClareamento dental

O mais avançado Clareamento dental. O clareamento está indicado para pessoas que tenham os dentes amarelados e queiram melhorar sua aparência.

Ortodontia

OrtodontiaOrtodontia

Essa especialidade odontológica se preocupa com o estudo e tratamento da mordida inadequada, que pode provocar irregularidades nos dentes, dores articulares e de cabeça.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram