Agendamentos:

(11) 95637-4311


Endereços a sua escolha:

✔ Av. Santo Amaro, 4644 cj 206
Brooklin - SP

Sulco Pigmentado, é cárie?

Sulco pigmentado é um dos acometimentos tratados pela Fórmula Odonto.

Sulco pigmentado

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo clínico é o diagnóstico de lesões iniciais de cárie, principalmente em virtude da anatomia oclusal dos dentes posteriores. Nem toda mancha no dente é cárie e, por isso, nem todas as pigmentações necessitam de procedimentos restauradores.

A prevalência desses “manchamentos” varia de acordo com a anatomia do dente e da superfície dental envolvida. Por exemplo: é mais fácil uma pigmentação na superfície oclusal de um terceiro molar do que na face vestibular do canino.

A pigmentação dos sulcos oclusais pode ou não ser indicativo de desmineralização de esmalte. Ou seja, : se é ou não uma cárie.Mas como o profissional deve proceder?

Existem meios específicos para o diagnóstico de lesões cariosas, sendo a inspeção visual e o Rx das superfícies interproximais os mais utilizados.

Sulco pigmentadoRX

O Dentista deve, nessa situação, estar atento à qualidade de escovação, prevalência de lesões de cárie ativa no paciente, quantidades de dentes restaurados e o motivo das perdas dentais, caso existam.

Por exemplo: Após exame clínico de um paciente que apresenta uma boa higiene oral, poucas restaurações nos elementos dentais, sem atividade de lesões de cárie, é mais prudente o acompanhamento dos dentes que apresentam pigmentação nos sulcos oclusais. Avaliação de exames radiográficos e revisões regulares, com procedimentos de profilaxia profissional, sondagem e aplicação tópica de flúor são procedimentos que caracterizam um tratamento conservador da superfície dental.

Caso o paciente apresente muitas restaurações, higiene deficiente e áreas de opacidade no esmalte dental próximas ao manchamento, realizamos intervenção minimamente invasiva no elemento dental, com abertura da cavidade com brocas ultraconservadoras e selamento com resinas fluidas ou selantes que liberam flúor, como o Ionômero de Vidro, por exemplo. Há que se motivar o paciente em relação à melhora da qualidade de higiene oral, acompanhamento radiográfico e consultas regulares para proservação.

Devemos estar atentos, também, ao padrão oclusal. Elementos em infra-oclusão tem o acúmulo de placa facilitado em virtude da falta de contato com o dente antagonista. Nesses casos, as intervenções minimamente invasivas são indicadas, em especial na dentição decídua e na fase de erupção dos primeiros molares permanentes.

O que devemos fazer é orientar o paciente em relação à pigmentação dental e sobre as possibilidades de tratamento.

O trabalho do clínico no diagnóstico das lesões e, principalmente, na orientação de higiene oral do paciente, é o principal meio de prevenção e melhoria da saúde bucal do paciente.

Sulco pigmentadoTrat

Postado por:

Sua escova de dentes está limpa? Certeza?

Os cuidados com as escovas dentais, devem ser levados com muita seriedade diariamente pois, elas  podem acumular bactérias prejudiciais à saúde rapidamente.

Umidade, locais abafados e restos de alimento que ficam presos junto às cerdas das escovas, são os ambientes mais propícios que existem para a proliferação de fungos e bactérias. Não é difícil concluir, portanto, que as escovas são alvos frequentes de micro-organismos.

escova-dinossauro

O fato mais preocupante e talvez o mais alarmante é que algumas pessoas deixam as escovas em cima da pia ou aparador sem proteção alguma,  elas nem sempre ficam dentro do armário do banheiro ou de uma gaveta, por isso estão expostas às gotículas lançadas do vaso sanitário para o ar quando alguém dá a descarga sem fechar a tampa e acreditem o spray é comprovadamente alto e de longo alcance. Se a pessoa estiver com inflamações gengivais ou cortes na boca, pode até levar à um quadro infeccioso grave. Portanto, não nos esqueçamos de abaixar a tampa do vaso ao dar a descarga.

Nojento? Então não se esqueça de higienizar as cerdas e, trocar a escova com frequência maior que a recomendada, algo entre 3 e 4 semanas no máximo, pois com certeza os coliformes fecais, fungos, bactérias, etc., irão diretamente para a sua boca.

Higienização

A higienização da escova deve ser diária, o ideal é lavar as cerdas  com antisséptico bucal ou solução à base de clorexidina, produtos facilmente encontrados na farmácia, tirar o excesso e guardar em local protegido. Outro erro muito comum é o de secar a escova na toalha, que também costuma ser cheia de micro-organismos, nem com papel higiênico, que fica muito próximo do vaso sanitário. Após escovar os dentes, é bom guardar a escova no armário e o mais longe possível do vaso sanitário, lembrando sempre que é preciso dar a descarga com a tampa fechada.

Assista a este vídeo bem humorado:

 

Postado por:

Alimentos que são detergentes naturais para os Dentes

Os alimentos detergentes, ao mais desavisado, soa um pouco estranho, mas na realidade é esta a função destes alimentos que  ajudam na limpeza bucal e previnem problemas de saúde como gengivite, mau hálito e cáries. Ajudam mas não resolvem por si só. Agem como coadjuvantes no contexto da higienização da boca, pois nada pode ou consegue substituir o fio e a escova dental. Alguns dos Alimentos Detergentes e suas funções são:  maçã, cenoura, pepino, aipo, entre outros, sempre crus ou com casca, são os que têm maior ação de limpeza porque realizam uma espécie de raspagem dos dentes, o que impede o acúmulo de bactérias, que causam os odores indesejados e também auxiliam na remoção de gordura. Sentir os dentes um pouco ásperos ou com a sensação de que há algo grudado nos dentes,  evidencia a formação de placa bacteriana. Após o consumo desses alimentos, passando a língua por eles novamente, você os sentirá lisinhos. boca_maca Se você não está em casa, esqueceu seu kit de higiene bucal em casa, pode fazer uso destes alimentos para higienizar os dentes, não esquecendo de se empenhar quando chegar em casa, pois as frutas contém açúcar e são o combustível para as bactérias fermentarem e liberarem ácidos que corroem o esmalte. Conseguiremos minimizar isto realizando um vigoroso bochecho com água, filtrada é claro! O próprio ato de mastigar esses alimentos facilita na remoção de resíduos e bactérias que são gerados durante a alimentação, além disso, as fibras desses alimentos são importantes porque aumentam a produção de saliva e aumentam o ph da boca, diminuindo a acidez e evitando que haja o crescimento de bactérias que causam problemas bucais. Assista ao vídeo:

  Você também poderá se interessar por:
Ratinho do Castelo Rá Tim Bum

Ratinho do Castelo Rá Tim Bum

Postado por:

Você Higieniza Sua Língua Corretamente?

Você higieniza sua língua? A higienização da língua é a nova campanha da Fórmula Odonto. A maioria das causas do mau hálito encontra-se na boca em cerca de 90% dos casos. Muitas vezes, a halitose está relacionada à placa lingual, que tem ligação com higienização  da língua e o fluxo salivar. A placa lingual é uma massa, uma película sobre a língua, formada de bactérias, restos de alimento, saliva e células de descamação da cavidade bucal.

A explicação é que a placa lingual leva à fermentação dos alimentos, liberando gases à base de enxofre, por exemplo, e ocasionando o mau cheiro. Geralmente, as pessoas limpam os dentes e a gengiva, mas esquecem de limpar a língua.

Limpar a língua é tão importante quanto usar a escova e o fio dental. Uma língua limpa vai manter a boca mais livre de bactérias por mais tempo. A língua é como um carpete, junta muita sujeira.

Daí a importância de se acrescentar um item pouco conhecido ao kit de higiene bucal, o limpador de língua. O instrumento serve para alcançar a base da língua que a escova não consegue porque causa ânsia de vômito. Ao lado da má higiene, a placa lingual pode acontecer também quando a produção salivar está insuficiente ou comprometida.

60390_432146910204005_1440883097_n

               Raspador Lingual

Raspador Lingual

O baixo fluxo salivar tem relação com a alimentação incorreta, com o excesso de alimentos industrializados, dos tipos mais “moles”, em que as pessoas não mastigam e não estimulam a glândula salivar. Sempre deve ser observada a importância da ingestão de água, sendo o ideal de 2 a 3 litros por dia.

Assista ao vídeo explicativo:

Desta forma realizar a limpeza completa dos dentes e da boca diariamente é a melhor maneira de manter um hálito agradável e com frescor. Por este motivo devemos nos acostumar a limpar a língua todos os dias.

 

Você também poderá se interessar  por:


Endocardite Bacteriana

Endocardite Bacteriana

 

 

 

Postado por:

Endocardite Bacteriana - Formas de Contaminação

Contaminação da endocardite.

Contaminação.

A endocardite bacteriana é uma inflamação nas válvulas cardíacas. Ela é causada, na grande maioria das vezes, pelo acúmulo de bactérias no endocárdio, tecido que envolve internamente o coração. As bactérias responsáveis por este quadro geralmente são os estreptococos viridans e os estafilococos aureus, encontrados em grande quantidade na cavidade oral. Os sintomas da endocardite bacteriana podem ser: Febre diária e persistente, associado ou não ao sopro cardíaco.

A endocardite bacteriana mata e pode surgir de uma simples dor de dente. Seguindo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), a doença é responsável por uma alta morbidade e por significativas taxas de mortalidade. Em torno de 20% dos doentes não sobrevivem. Porém, quando a endocardite bacteriana tem foco dentário ela chega a ser responsável por cerca de 10% dos casos de morte, de vítimas de doenças no coração, em todo o mundo.

Para quem ainda não conhece, a endocardite é o nome dado às afecções, infecciosas ou não, do endocárdio, camada interna do coração da qual fazem parte as válvulas cardíacas. O comprometimento da saúde bucal está diretamente associado à endocardite infecciosa. A doença afeta o coração com rapidez e pode comprometer as funções vitais, exigindo uma internação prolongada.

A boca é a maior cavidade do corpo em contato com o mundo exterior. Porta de entrada do tubo digestivo e auxiliar da respiração. Por suas características e funções, a boca é um ninho de bactérias.

As implicações da gengivite e da periodontite seguem basicamente o seguinte caminho: inflamados, os tecidos se tornam irritáveis e sangram durante a mastigação, pela ação da escova de dentes ou do fio dental. Essa hemorragia, por sua vez, possibilita que os micróbios que desencadearam o processo entrem na corrente sanguínea e cheguem a outras partes do organismo. É relativamente fácil que isso aconteça porque a gengiva e o periodonto têm irrigação sanguínea abundante. Por este motivo, a endocardite bacteriana está mais presentes em vítimas de doença periodontal.

Postado por:

Entenda a doença do ator Luís Gustavo.

Luis Gustavo

O  ator Luís Gustavo está internado, há dias, na UTI para tratar de uma doença denominada endocardite, do tipo bacteriana no coração.

A endocardite bacteriana é  considerada uma doença grave, que pode levar à morte cerca de 20% dos pacientes, e está relacionada, na maioria dos casos, à má higiene bucal,  segundo o Dr. Hugo Robertson, gestor da Fórmula Odonto.

O grande número de bactérias patogênicas na cavidade oral, elevam risco destes caírem na corrente sanguínea quando há algum sangramento,  provenientes de doenças inflamatórias orais, como gengivite e periodontite ou de procedimentos odontológicos.

Uma vez no sangue, as bactérias tendem a se alojar nas paredes internas e nas válvulas do coração, dando início à endocardite.

Por isso, em caso de tratamentos dentários, recomenda-se uma profilaxia antibiótica para minimizar o risco.

O principal agente causador da infecção é o Streptococcus viridans. O Staphylococcus aureus.

Para os cardiopatas, portadores de válvulas protéticas, próteses articulares e doenças reumáticas, tem o índice aumentado de endocardite.

Os sintomas da doença são febre persistente, associada a suores noturnos, falta de ar, cansaço, dores lombares e ósseas.

O tratamento preconizado é: antibióticos, por quatro a seis semanas, depois, o paciente precisa ser monitorado.

Em casos mais graves, em que há dano nas estruturas cardíacas, é preciso uma cirurgia para a troca das válvulas naturais por próteses.

Saiba mais: 

Contaminação da endocardite

Contaminação da endocardite

 

Postado por:
  • Na Fórmula Odonto, você encontra profissionais que praticam a nova odontologia e que buscam mantê-los o mais distante possível dos eternos tratamentos curativos que, muitas vezes, são incômodos e caros.

    by

Odontologia Estética

Odontologia EstéticaOdontologia Estética

Trata dos aspectos estéticos do tratamento dentário, envolvendo as restaurações estéticas, clareamento, facetas de porcelana, lentes de contato dentais entre outros procedimentos.

Implantes

ImplantesImplantes

Um implante dentário consiste na substituição de uma raiz natural perdida por uma raiz artificial em titânio, e posterior inserção das coroas unitárias ou próteses.

Clareamento dental

Clareamento dentalClareamento dental

O mais avançado Clareamento dental. O clareamento está indicado para pessoas que tenham os dentes amarelados e queiram melhorar sua aparência.

Ortodontia

OrtodontiaOrtodontia

Essa especialidade odontológica se preocupa com o estudo e tratamento da mordida inadequada, que pode provocar irregularidades nos dentes, dores articulares e de cabeça.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram